O PROBLEMA DO LIXO NO BRASIL


O problema do lixo no Brasil é uma realidade que necessita do apoio do Grupo Iner, com o Programa “Lixo Zero Social 10” que visa solucionar junto com a iniciativa privada o que os governos não conseguiram resolver até hoje.


A proposta do Programa “Lixo Zero Social 10” é simples, atender a Lei 12.305/2010 de Resíduos Sólidos e resolver definitivamente o problema do lixo no Brasil, auxiliando os prefeitos que hoje estão sendo duramente cobrados, porém trabalhando com soluções paliativas e custosas quanto à destinação do lixo. Esse sistema está trazendo desenvolvimento para as regiões e oportunidades para os empresários locais e para aqueles que querem entrar no ramo lucrativo do lixo e que serão donos dos Ctts e Usinas, o Grupo INER dará todo o apoio e manutenção.


O programa traz um novo paradigma no conceito do lixo no Brasil, onde no lugar de enterrar o lixo e ainda gerar custos de manutenção estamos fazendo o contrário, transformando o lixo em riqueza, girando a economia. Seremos o exemplo para o mundo. Estamos utilizando tecnologias já existentes e adaptadas para a realidade brasileira tendo como diferenciais a nossa logística e reaproveitamento da mão de obra dos que vivem do lixo, que viabilizam 100% do projeto totalmente de iniciativa privada, utilizada nos nossos CTTs – Centro de Triagem e Transbordo, Usinas de Compostagem, Incineradores e Cremação.

Cada CTT atende entre 100 mil a 200 mil habitantes e a cada 1.5 milhão de habitantes temos as usinas de compostagem, cremação e incineradoras. As áreas e locais previstas para a implantação do Programa “Lixo Zero Social 10” já estão mapeadas e muitas já reservadas e são capazes de absorver todo o complexo de recepção, separação, tratamento e destinação final dos resíduos.


O Sistema INER nasceu à partir da experiência de 27 anos da Confederação do Elo Social do Brasil, atuante em diversas atividades e projetos sociais, incluindo aquelas ligadas ao meio ambiente, e reúne as organizações Confederação Elo Social do Brasil, Grupo Iner, Instituto Iner, Consórcio Iner, Sindetap, Cooperiner, Desmanchecar, além de já contar com parcerias de grandes empresas nacionais e internacionais.

A cada Centro de Triagem e Transbordo, tem um prédio social para atender a população carente e promove cursos de cidadania dentre outros com o objetivo de melhorar o nível de consciência da população. Cada prédio conta com profissionais de nível superior tendo como base: advogado, bacharel em direito, psicólogo, assistente social, diretoria de educação, diretoria de saúde e diretoria de ressocialização.


Ao Grupo Empresarial INER cabe à construção de todas as plantas, menos as cooperativas que serão construídas em regime de mutirão, mas com a colaboração técnica do Grupo INER.


Ao SINDETAP, coube a divisão regional do país e montagens dos consórcios, notificação de todos os prefeitos, localização de todas as áreas quer das plantas do sistema INER, quer dos terrenos a serem adquiridos e utilizados para construção dos prédios sociais, apresentação do projeto para todas as autoridades, reunião com os catadores para prepará-los para nova realidade, criação de todas as diretorias do Elo Social, regional, seccional e estadual que irão trabalhar nos prédios sociais, dando inclusive treinamento para os diretores.


Caberá também ao SINDETAP dar os cursos de 10 (dez) meses de tapeceiro, restaurador de móveis e decorador, aos catadores que vivem hoje através do lixo. Coube também ao SINDETAP o levantamento de todos os lixões e aterros sanitários passando para o Grupo INER suas localizações para fins de posteriores providencias.


Ao Elo Social Caberá: Colocar em prática o programa de apoio familiar denominado Social do Cidadão e também tomar todas as providências com relação às atividades exercidas por eventual ferro velho que não esteja de acordo com a legislação, bem como de lixões travestidos de aterro sanitário, providenciando suas interdições.


Mas, apesar de notificarmos as prefeituras, Ministério Público, Governos: estaduais, municipais, federal e empresas do ramo do lixo, notamos que o interesse em solucionar de uma vez por todo esse câncer ambiental é pouco, e monopólios lidam com interesses próprios que impedem que o projeto avance e resolva de vez a problemática do lixo no Brasil.


A máfia do lixo existe e lucra sozinha, escravizando os catadores que para a sociedade, são pessoas invisíveis circulando pelas ruas com carrinhos de coletas, selecionando o lixo que descartamos em nossas casas, fazendo um importante trabalho de seleção de resíduos para garantir o sustento de sua família, que muitas vezes não tem o que comer em casa. Esses são verdadeiros trabalhadores que trabalham de sol a sol, vagando pelas ruas vivendo sob a ameaça constante de estar vivo num esquema de escravidão, para manter o monopólio do lixo intacto.


O Grupo INER, lançou em todo o Brasil, um projeto que dá a destinação correta aos resíduos sólidos, de iniciativa privada prestes a ser comercializado em todo o país, valorizando os catadores de lixo, denominados por nós de SELECIONADORES DE RIQUEZAS.


SINDETAP (Sindicato Nacional dos Decoradores e Tapeceiros – este sindicato é Patronal) fará cursos gratuitos aos catadores para formar decoradores e tapeceiros, fazendo o reaproveitamento com a reciclagem de itens oriundos do lixo.


Estes cursos visam transformar o lixo em produtos de decorações e os móveis em artigos de luxo, trazendo aos catadores que fizerem nossos cursos a dignidade de uma profissão e possibilidade de serem microempreendedores, com todos os direitos preservados pela CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), além de junto à COOPERINER fazer uma história diferente da que vivem hoje.


Imaginem vocês passar o dia arrastando pelas ruas uma carroça de papéis, garrafas pet, papelão ou outro reciclável... passar o dia no sol, com sede, fome e em precárias condições rumo ao stress das grandes cidades, para no final do apanhado juntar 1 kg de papelão e vender a R$ 0,15 (quinze centavos) garrafa PET e vender a R$ 0,60 (sessenta centavos)? Quão humilhante e trabalhoso é não é mesmo? No final do dia, conseguem no máximo dinheiro para comprar uma única refeição para a família, no dia. Os catadores que trabalharem em nossas usinas serão valorizados e terão todos os direitos que um trabalhador precisa para sobreviver com dignidade.


Para conhecer mais acesse a Play List da Federação do Elo Social Paraná.


Passeio Virtual do Sistema Grupo Iner:


Grupo Iner: www.grupoiner.com.br

Instituto Iner: www.institutoiner.org.br

Cooperiner: www.cooperiner.org.br

Sindetap: www.sindetap.org.br

ACDB: www.acdb.adv.br

Elo Social Brasil: www.elosocial.org.br

Elo Social África: www.elosocialafrica.org

Programa Social do Cidadão: www.socialdocidadao.org.br

Programa Social Carcerária: www.socialcarceraria.org.br

Desmanchecar: www.desmanchecar.org.br


Fonte: Grupo Iner, Federação do Elo Social Paraíba

Edição: Ocimar da Silva - diretor de WebPr e presidente Elo Social Paraná

1 visualização

Diretoria de Implantação de Projeto:

Rua Cecília Bonilha nº 145, São Paulo - Capital - (Sede Própria) Telefone: +55 (11) 3991-9919 Todos os Direitos Reservados​ © 2018

"Movimento Passando o Brasil a Limpo"